Autores ModernaColuna Ativar

Os 4 Ps da Aprendizagem Criativa

Prof, você já percebeu que a criatividade vem sendo um conceito cada vez mais discutido quando falamos em educação? Claro, tudo isso tem a ver com as mudanças que estamos vendo surgir em nossos tempos: protótipos de carros voadores, carros autônomos, robôs cirurgiões e por aí vai. Tudo isso impacta o futuro das profissões, o futuro das cidades, o futuro da educação. 

Gosto da provocação do historiador Yuval Noah Harari em seu livro “21 lições para o século 21” onde ele se pergunta que tipo de educação devemos construir agora para formar o cidadão dos anos 2050. Bem, é certo que é não é só transmitindo informação, já que ela é abundante pelos diversos meios. 

Nesse cenário, tem aumentado a busca pelo conceito “aprendizagem criativa”. Por isso, vamos entender quais são os 4 Ps que funcionam como pilares para essa abordagem que foi proposta por Mitchel Resnick, do MIT: 

Projetos: envolver os estudantes em projetos e desafios que possam ser compartilhados com os colegas ou a comunidade. Que se pense em problemas reais ou fictícios: é o trabalho de tornar as ideias algo palpável, que eles verifiquem suas ideias ali, materializadas, mesmo que isso signifique uma maquete, um carrinho de papelão ou um teatro. 

Paixão: desenvolver desafios, atividades, investigações e projetos que sejam motivadores aos alunos significa levar seu contexto de vida e interesses em conta.  

Pares: colaboração é um dos pontos altos da BNCC e das metodologias ativas. E na aprendizagem criativa, colaborar é fundamental, seja para aprendermos com a perspectiva do outro, para dividir tarefas, para negociarmos ideias, construirmos um ambiente respeitoso e mesmo passar pelo desafio de se trabalhar em grupo. 

Pensar brincando: é o desenvolvimento do espírito investigativo. É o pesquisar sem medo de errar, lançar hipóteses sem se preocupar com respostas certas ou erradas, mas se permitir arriscar, ter novas ideias sem medo do julgamento, lidar bem com o erro como parte estruturante do processo de aprendizagem, quando revisitado e bem avaliado. 

DESAFIO: 

Como você poderia criar uma atividade investigativa a partir de um tema que irá trabalhar? Anote possíveis temas de conteúdos, depois separe possíveis temas de pesquisa e possíveis formas de entrega que não somente exposição de um cartaz e apresentação oral. 

1, 2, 3, valendo! 

Um super abraço digital, 

Prof. Dra. Emilly Fidelix I @seligaprof  

Sobre o(a) autor(a)

Artigos

Criadora do @seligaprof, onde impacta milhares de professores de todo o Brasil, palestrante e formadora de professores. É doutoranda em História Cultural (UFSC), especialista em Tecnologias, Comunicação e Técnicas de Ensino (UTFPR), professora de pós-graduação no Instituto Singularidades. Atua nas áreas de metodologias cativas, storytelling aplicado à educação e BNCC.