fbpx

3 aplicativos para desenvolver a criatividade dos seus estudantes

By 26/03/2021ATIVAR

Não dá para negar que criatividade é uma das palavras mais utilizadas quando falamos das bases de uma educação conectada com as mudanças que estamos vivendo, não é? Seja para o mercado de trabalho, seja para viver em sociedade, ser criativo pode ser criar obras de arte, despertar o gênio criativo que há em cada um de nós, mas também pode envolver a resolução de problemas cotidianos ou de problemas vividos por toda uma comunidade, por exemplo.

Estimular o potencial criativo de cada um na escola envolve, entre outras coisas, uma palavra-chave muito citada na BNCC: autonomia. Com autonomia, desenvolvemos, pouco a pouco, a confiança, a autoestima e o autoconhecimento. Atrelado a isso, desenvolvemos um outro olhar sobre o erro: se é errando que se aprende, por que mascaramos o erro? Por que apenas valorizamos os acertos? Ser criativo é ser autônomo o bastante para descobrir quando algo vai errado, para identificar o erro, a falha e entre tantos caminhos, optar por uma possível solução.

Não é assim com ciência? Que tal formarmos pequenos cientistas? Reitero: que tal formarmos pessoas que, ainda que não se tornem cientistas, pensem como cientistas? Que sejam: críticos, criativos, resolutivos, curiosos, proativos, colaborativos?

Hoje trago três aplicativos e um site que podem ser porta de entrada para outras inspirações e ideias, que podem te fazer perceber o quanto pode ser simples desenvolver, pouco a pouco, a criatividade:

  1. Inventeca: esse é especialmente para os pequenos e para contadores de histórias. O app apresenta histórias ilustradas para envolver leitores de todas as idades. Basta escolher uma história e contar sua própria versão individualmente ou em grupo: ela ficará gravada no app, podendo ser compartilhada com amigos e parentes e até virar livros impressos para colecionar e presentear. 
  2. Infinite painter: em uma tela em branco, você tem diversos pincéis e ferramentas artísticas que formam uma interação realista. Ótimo para criações inspiradas nas cores utilizadas por um artista, criação de croquis, esboços e outros desenhos. 
  3. Infogram: É um site que permite a escolha entre a criação de infográficos, pôsteres, relatórios e outras possibilidades de forma personalizada. Ótimo para trabalhos e atividades em que os estudantes são desafiados a explicar um conceito, fenômeno, criar camapanhas de conscientização ou campanhas de marketing de produtos fictícios, por exemplo. O infogram pode ser acessado via: https://infogram.com/pt/.

Além dessas possibilidades, há muitas outras, basta entendermos quais objetivos tal ferramenta deve atender, como ajudará no desenvolvimento de habilidades e como poderá contribuir para experiências de aprendizagem mais engajadoras e desafiadoras. Lembre-se: para além de consumir conteúdos prontos na internet, é fundamental formarmos pessoas que produzem, remixam, criam conteúdos variados como autonomia, criatividade e colaboração.

Seguimos compartilhando e aprendendo, juntos. 😀

Prof. Emilly Fidelix

Sobre a autora do post

Emilly Fidelix

Emilly Fidelix

Colunista

Emilly Fidelix é criadora do @seligaprof, onde impacta milhares de professores de todo o Brasil, palestrante e formadora de professores. É doutoranda em História Cultural (UFSC), especialista em Tecnologias, Comunicação e Técnicas de Ensino (UTFPR), colunista no blog Redes Moderna e professora de pós-graduação no Instituto Singularidades. Atua nas áreas de metodologias ativas, storytelling aplicado à educação e BNCC.

Leave a Reply