Os novos olhares da tecnologia na sala de aula

By 24/10/2012Dicas

Boa tarde, amigos modernos.

A tecnologia invadiu as nossas vidas. Todos os dias, nós somos bombardeados com sites, vídeos, notícias e projetos inovadores na educação. Sem nenhuma sombra de dúvida, o avanço tecnológico e a troca de informações aceleraram a comunicação e viabilizaram o acesso aos saberes múltiplos, a independência dos alunos e o incentivo à construção do próprio conhecimento. Nesse contexto, o processo de ensino-aprendizagem tem apresentado importantes resultados ao lado de aparatos tecnológicos e, principalmente, professores bem preparados.

O desafio da formação tecnológica para os professores

A formação tecnológica dos professores ainda é um ponto suscetível à discussão, assim como o valor de investimento em novas tecnologias.  Hoje, sabemos que, se usada adequadamente, a tecnologia torna-se grande aliada dos educadores. Todavia, quando colocada em mãos despreparadas, torna-se um ônus às aulas. Assim, as escolas precisam garantir rapidamente que os docentes absorvam práticas tecnológicas de qualidade para aplicação pedagógica.

Hoje, o professor precisa (e deve) ser um mestre-aprendiz para saber mesclar o que ele tem a ensinar e o que pode aprender dentro da sala de aula. A escola precisa ser mais do que nunca um ambiente de discussão e formação, não só para a educação, mas para a vida. Temos que lembrar também as exigências de pais e dos próprios alunos. Se a escola é vista como uma extensão de casa, o estudante precisa conviver com situações de seu cotidiano, ou seja, precisa ter acesso a outras formas de linguagem e a conteúdos complementares à aula. Assim, por que não trazer esse mundo para dentro da sala de aula?

O grande problema enfrentado por gestores de escolas está em como a formação em tecnologia é vista pelo professores. Mais do que uma exigência ou um trabalho a mais, é preciso demonstrar como o uso das novas tecnologias pode, acima de tudo, facilitar o trabalho, gerando resultados em provas, notas e, principalmente, no aprendizado dos alunos. E isso, comprovadamente, só acontece com um projeto pedagógico estruturado que trabalhe com múltiplas linguagens e que tenha à frente um professor que domine a forma de abordar cada conteúdo.

O aprendizado dos alunos com as TICs

As chamadas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) ganharam o mundo em forma de tablets, celulares, notebook, smartphones etc. Mas antes de colocar tudo isso dentro do ambiente escolar é de extrema importância entender o projeto pedagógico da escola e o perfil dos alunos.

A neurociência comprova que cada um tem uma forma de aprender e reter conteúdos. É nesse ponto que a tecnologia pode ajudar (e muito) o desafio de educar. As experiências bem-sucedidas demonstram que simplesmente fazer o aluno escolher com qual tecnologia possui mais afinidade não é o ideal, mas sim garantir que ele tenha acesso a múltiplas visões de um mesmo tema.

Outro ponto importante é verificar quais habilidades o uso das TICs ajuda a desenvolver. Por exemplo, utilizar games educacionais pode auxiliar o estudante a ampliar suas noções lógico-matemáticas e de sociabilidade. O estímulo à conexão e ao poder crítico são fatores que devem ser levados em consideração quando se opta pelo uso das tecnologias. Vale lembrar que a escola precisa ajudar o aluno a aprender a separar as informações que são, de fato, relevantes para a sua formação.

É preciso acabar com a mistificação de que para se ter uma escola de bons resultados é necessário que se tenha todas as tecnologias. A educação tradicional é efetiva em muitos colégios, mas abrir o leque de possibilidades é importante para que a aprendizagem seja adequada a cada perfil de estudante.

Saiba mais

A reportagem de capa da revista Educatrix,  “O novo momento da tecnologia na sala de aula“, traz uma série de exemplos importantes para quem que entender mais sobre o papel das TICs. A revista levantou alguns exemplos bem-sucedidos e conversou com especialistas no assunto. Confira a reportagem na íntegra:

[issuu width=480 height=360 embedBackground=%23000000 pageNumber=24 backgroundColor=%23222222 documentId=120925200441-933028b9a23b46069f40d720439876b5 name=educatrix3_digital username=ed_moderna tag=educacao unit=px v=2]

A série Diálogos, promovida pela Fundação Telefonica, Porvir e Inspirare, discutiu as tendências, desafios e oportunidades de uso das tecnologias na educação. No vídeo abaixo, você confere como o professor Luciano Meira, da Universidade Federal de Pernambuco e colaborador da OJE (Olimpíada de Jogos Digitais e Educação) trata o assunto na prática:

Confira o vídeo e apresentação da OJE, apresentada pelo prof. Luciano Meira: