Tag

editora moderna Archives - Página 34 de 69 - Redes - Moderna.com.br

Clark Gable e a sedução nas telonas

By | Aulas/Explicações | No Comments

Boa tarde, amigos modernos.

Sexta-feira é sinônimo de diversão e entretenimento. Hoje, vamos falar sobre a vida de Clark Gable, o “Rei de Hollywood”. Nascido em 01 de fevereiro de 1901, em Los Angeles, em uma família tradicional da região. Seu pai, Wiliam Henry Gable, era fazendeiro e perfurador de poços de petróleo, sua mãe, Adeline Hepshelman, descendente de alemães e irlandeses. Para evitar qualquer tipo de preconceito durante a Segunda Guerra Mundial, a MGM criou a ideia de que Gable era descendente de holandeses e irlandeses, e não de alemães. Outro fator importante para a decisão foi a similaridade do nome de Gable (Goeble, em alemão) com o de Joseph Gooebbles, líder da propaganda nazista.

Gable ficou conhecido por seus papeis em clássicos do cinema como “E o vento… levou”, “Uma noite aconteceu”, além de outras parcerias com a atriz Greta Garbo, Sophia Loren e Marilyn Monroe. Aos 16 anos, Clark desistiu de seu emprego como operário de uma fábrica para partir em buscar do sonho de ser ator. Assim, participou de sua primeira peça de teatro, “O Nascimento do Paraíso”.

Considerado um dos mais charmosos atores de sua época, Clark Gable casou-se pela primeira vez em 1924, com Josephine Dillon, sua agente, 20 anos mais velha. A carreira de Gable em Hollywood teve grande participação de Josephine. Ela conseguiu os primeiros papeis do ator em Hollywood como em “A Viúva Alegre”. Clark voltou a fazer teatro com o novo amigo, o então respeitado Lionel Barrymore, ator conceituado, irmão de Ethel e John Barrymore, que junto com a esforçada Josephine, conseguiu encaminhá-lo para a MGM, então sob a direção de Irving Thalberg.

Seu primeiro filme de sucesso foi “O Deserto Pintado”, de 1930. Nesse mesmo ano ele se divorciou de Josephine para casar-se em 19 de junho de 1931 com a socialite, Rhea Lagham. Nesse ano, estrelou “Dance, Fools, Dane”, um dos primeiros musicais do cinema sonoro, além de “Red Hust”, com Jean Harlow e “Susan Lennox”, com Greta Garbo.

Em 1934, após um desentendimento com a MGM, o ator foi “emprestado” para a Columbia Pictures. Na nova produtora, estrelou o filme “Aconteceu Naquela Noite”, cuja interpretação lhe rendeu o Oscar de Melhor Ator, ao lado de Claudette Colbert (Melhor Atriz). Clark seria finalista novamente para o Oscar em duas outras ocasiões: em 1938, por “O Grande Motim“; e, em 1939, com “E o Vento Levou“, considerado atualmente seu maior filme.

 

O sucesso de “E o Vento… levou”

Rhett Butler foi um presente para Clark Gable. Além de ter sido escolhido através de votação popular para dar vida ao personagem do best-seller, o papel representou um grande ganho financeiro para a MGM, aumentando o prestígio de Gable na distribuidora. Mas, poucos sabem que o ator não tinha muita vontade em realizar o papel por medo de estereótipos.  De qualquer maneira, Clark era a descrição completa de Rhett Butler: a própria imagem da sedução. “A única razão porque o público vem me ver é porque eu sei que a vida é grande e eles (os espectadores) sabem que eu sei disso”, afirmou Gable na ocasião.

Saiba mais

Na coleção Moderna Plus, os autores Alexandre Alves e Letícia Fagundes de Oliveira fazem um parâmetro da Segunda Guerra Mundial e utilizam materiais multimídia para mostrar aos alunos como estava a Europa no pré-guerra, os alinhamentos europeus e as campanhas. Tudo isso, você pode conferir no livro de História, Parte III, Unidade I, no capítulo 33.

Planejar 2013 – Goiás

By | Eventos, Planejar 2013 | No Comments

Bom dia, amigos modernos.

A equipe pedagógica da Editora Moderna realizou uma série de eventos em escolas em Goiás durante o mês de janeiro . Os encontros foram organizados por Janete Berton, nossa assessora pedagógica, e tiveram como principal foco a criação de Plano de Aula na Era Digital.

Vamos conferir?

Planejar 2013 – Colégio Bom Conselho – Jataí/GO

No dia 17 de janeiro de 2013, no Colégio Bom Conselho em Jataí/GO, aconteceu o evento Planejar 2013. Ao todo, 39 professores participaram do encontro e contribuíram para um momento de inovação de práticas. Os professores trouxeram dúvidas, sugestões e ideias, sobretudo na importância  da utilização dos recursos digitais em sala de aula.

Jataí

 

Planejar 2013 – Escola Infantil São Judas Tadeu – Jataí/GO

Ainda no dia 17 de janeiro, nossa equipe pedagógica foi até a  Escola Infantil São Judas Tadeu, em Jataí (GO) para mais um encontro do Planejar 2013. A escola é adotante da coleção Buriti Mirim e o evento reuniu as professoras adotantes e a direção da escola para um planejamento interativo das aulas. Este momento  foi de suma importância para o corpo docente perceber que todo o material didático da editora Moderna foi pensado para possibilitar aos alunos uma aprendizagem mais significativa e que os recursos digitais fazem parte do planejamento diário do professor, possibilitando aos mesmos desenvolver aulas mais interessantes, dinâmicas e interativas.

Jataí 2

 

Planejar 2013 – Colégio Aphonsiano – Trindade/GO

No dia 21 de janeiro de 2013,  o Colégio Aphonsiano, em Trindade, recebeu mais um encontro do Planejar 2013. O evento contou com a participação de  21 professores e da coordenação, que puderam conhecer melhor as obras adotadas pela escola e realizar um planejamento de aulas ainda mais interativo e repleto de recursos digitais.

Trindade

Os professores de Língua Portuguesa do Colégio Aphonsiano receberam a palestra especial da Mestra prof. Adélia Freitas. A educadora falou sobre  “A Língua Portuguesa na atualidade”. Os professores enriqueceram o debate e acrescentaram que a palestra contribuirá para a realização do planejamento e utilização dos materiais adotados bem como na utilização dos recursos digitais que a editora oferece.

O autor Raul Guimarães também esteve no Colégio Aphonsiano no dia 25 de janeiro das 8h às 10h, para conversar com os professores de Geografia. Na ocasião, o autor falou um pouco sobre a coleção Moderna Plus, adotada para o Ensino Médio, e teve um momento de descontração e conversa com os docentes.

Palestra Raul Guimarães

Planejar 2013 – Colégio CEDEL (Cooperativa Educacional de Edeia) – Edeia/GO

Em Edeia, a equipe pedagógica da Editora Moderna realizou mais uma edição do Planejar 2013, no dia 22 de janeiro, no Colégio CEDEL – (Cooperativa Educacional de Edéia) em Edéia/GO. O encontro teve como tema central o “Plano de aula na era digital: a tecnologia a favor da educação” e contou com a participação da diretora do colégio e de 27 professores de todos os segmentos. Durante os debates, deu-se ênfase na contextualização e suas particularidades no que diz respeito a utilização dos recursos digitais em sala de aula.

Edeia

Planejar 2013 – Colégio Reação

By | Eventos, Planejar 2013 | No Comments

Boa tarde, amigos modernos

“O Colégio Reação teve a oportunidade de fazer parte do evento PLANEJAR 2013 com a assessora pedagógica Cássia Oliveira. Professores de todos os segmentos participaram de um debate sobre o planejamento na era digital dando ênfase na contextualização e suas particularidades.”

Planejar 2013 – Catalão (GO)

By | Planejar 2013 | No Comments

Bom dia, amigos modernos!

O Planejar 2013 – Plano de aula na era digital: a tecnologia a favor da educação em Catalão/GO, aconteceu no Colégio Nossa Senhora Mãe de Deus e contou com a participação dos professores da Educação Infantil e Fundamental I. Ao todo, 27 educadores enriqueceram o encontro e compartilharam novas ideias e práticas para a vivência tecnológica na escola. O evento atingiu os objetivos esperados, foi um momento muito significativo, com troca de experiências e sobretudo um momento de repensar e se abir a novas possibilidades no que se refere ao uso da tecnologia no ambiente escolar.

Toda a equipe pedagógica da Editora Moderna em Goiás agradece a presença, a disponibilidade e a contribuição dos presentes e se coloca à disposição para quaisquer dúvidas.

Confira algumas imagens:

Planejar 2013 – Teresina (PI)

By | Planejar 2013 | No Comments

Bom dia, amigos modernos!

No último dia 15 de janeiro, a equipe pedagógica da Editora Moderna no Piauí, realizou o PLANEJAR 2013. O encontro, que aconteceu em Teresina, contou com a participação de professores de todos os segmentos. O debate contribuiu para levantar questões importantes sobre os desafios no planejamento de aulas com a utilização de recursos digitais, permeando o letramento digital do professor, a gestão de sala de aula e a participação do aluno no processo. Na ocasião, os professores adotantes puderam também “navegar” entre os mais diversos recursos tecnológicos oferecidos pela Editora Moderna para facilitar o planejamento do professor.

A Editora Moderna agradece a participação de todos e a rica contribuição dos docentes ao debate. Confira algumas imagens do evento:

A educação nas redes sociais

By | Aulas/Explicações, Dicas | 4 Comments

Boa tarde, amigos modernos.

A sociedade do século XXI está conectada. Ou melhor, é conectada. Carregamos nossos pais, amigos, familiares e conhecidos no bolso pelo celular, ou nos nossos tablets e aparatos com conexão à Internet; nós nos divertimos com um jogo; compartilhamos imagens e damos opiniões sobre os nossos programas favoritos a qualquer hora.

É inegável o poder das redes sociais de atrair pessoas, independentemente da classe social ou da faixa etária. Assim, a escola precisa voltar seus olhos a essas plataformas, contextualizando sua importância dentro do ambiente escolar. É impossível ignorar o Facebook, o Twitter, o Instagram e tantas outras redes em que estamos inseridos.

 “Se não pode com o inimigo, junte-se a ele”

Durante muito tempo, as mídias digitais foram vistas com resistência pelos educadores. Com a popularização da internet, o panorama mudou e uma gama de novas ideias e oportunidades surgiu para a educação de nossas crianças. Hoje, as escolas enxergam as mídias sociais como grandes fontes de comunicação, que ultrapassam as quatro paredes da sala de aula e abrem um mundo a ser explorado. Facebook, Twitter, Youtube, Google Plus e tantas outras plataformas já conquistaram seu espaço dentro dos muros das escolas e provaram ser ótimas como formas de se trabalhar linguagens e formatos diferentes em um mundo digital.

O primeiro ponto importante para esse processo foi entender que os alunos, principalmente a partir do Fundamental II, já estão inseridos nas redes sociais. Uma das barreiras a ser transpassada é a resistência dos próprios alunos em misturar o lugar onde se divertem com a escola. Por outro lado, a familiaridade com a ferramenta facilita a interação entre eles e o trabalho em equipe.

Não basta ter uma boa ideia. É preciso justificar aos pais as atividades que serão realizadas nas redes sociais a fim de evitar comentários como: “não pago escola para meu filho ficar no Facebook”. Assim, é fundamental que o projeto pedagógico da escola seja bastante esclarecido com os pais e responsáveis.

Como usar as redes sociais na sala de aula

Antes de sair fazendo conexões na escola e instalando uma rede wi-fi, a coordenação pedagógica precisa garantir que o professor saiba lidar com as redes sociais. Assim, vale a pena investir em uma consultoria de redes sociais ou em pequenos cursos que expliquem a importância das redes sociais. Os professores precisam comprar a ideia para que o trabalho pedagógico funcione.

Monte um grupo de estudos com o Hangout do Google + ou Twitcam

A ideia de montar um grupo de estudos e de troca de informações é uma ótima saída. Os professores podem incentivar um grupo para a Turma de alunos em que ocorra debates e outras atividades como chats.

O professor pode elaborar uma videoconferência com a turma para revisar o conteúdos antes de uma prova difícil ou explicar um trabalho.

Crie Eventos e Estimule o uso do Twitter

Interaja com as plataformas, monte eventos de estudos, provas, atividades ou trabalhos em grupo. É uma ótima forma também de indicar eventos, viagens, peças de teatro e outras atividades culturais aos alunos. O Twitter é uma ótima ferramenta para as aulas de Redação. A limitação de caracteres ajuda os alunos a ampliar o vocabulário, procurando formas de passar suas ideias no espaço.

Disponibilize conteúdos extras

Indique materiais complementares como vídeos no Youtube, filmes e documentários. Vale lembrar a importância de explicar como esses materiais devem ser observados pelos alunos. A indicação é também um estímulo ao aprendizado da busca por informações. Se antes procurava-se referências em bibliotecas, hoje, os alunos têm o Google à disposição e deve aprender a selecionar as fontes de informação.

Não exclua os alunos que estão fora das redes sociais
Os conteúdos obrigatórios – como os exercícios que serão trabalhados em sala e alguns textos da bibliografia da disciplina – não podem estar apenas nas redes sociais (até mesmo porque legalmente, apenas pessoas com mais de 18 anos podem ter perfis na maioria das redes). “Os alunos que passam muito tempo conectados podem se utilizar desse álibi para convencer seus pais de que estão nas redes sociais porque seu professor pediu”, alerta Betina.

A mesma regra vale para as aulas de reforço. A melhor solução para esses casos é o professor fazer um blog e disponibilizar os materiais didáticos nele ou ainda publicá-los na intranet da escola para os alunos conseguirem acessar o conteúdo recomendado por meio de uma fonte oficial.

Com relação aos pais, vale comunicá-los sobre a ação nas redes sociais durante as reuniões e apresentar o tipo de interação proposta com a turma.

Saiba mais

Selecionamos alguns sites que podem ajudar os professores nessa árdua tarefa de estimular a interação:

Edmodo

edmodo

Educopédia

Educopedia