editora moderna Archives - Página 34 de 43 - Editora Moderna

Planejar 2012 – Patos de Minas/MG

Por | Eventos, Planejar 2012 | Sem comentários

O Colégio Marista Patos de Minas abriu suas portas para mais um Planejar em Minas Gerais. No último dia 21 de março, a equipe pedagógica da Editora Moderna apresentou a palestra “Planejamento Interativo – a aula e suas mídias” para 41 educadores da Educação Infantil, Fundamental I, Fundamental II e Ensino Médio, monitoras da Educação Infantil, técnicos de Informática, coordenadoras e diretora da escola.

Os convidados ainda puderam assistir a alguns vídeos relacionados ao tema e verificar a aplicação de recursos didáticos oferecidos pelos livros da Editora Moderna. Além disso, a assessora pedagógica Daniella Lopes demonstrou a utilização da lousa interativa – ferramenta utilizada no colégio – associada aos nossos conteúdos e o Moderna Plus tablet.

A Editora Moderna agradece a valiosa contribuição de todos os presentes e, em especial, às coordenadoras, Fabiana de Souza, Lília Vilela Melo e Cláudia Falco Domingos, e à diretora Adriana Carvalho Rodrigues, pela oportunidade e atenção.

Dia Mundial da Infância

Por | Dicas | Sem comentários

Bom dia, amigos modernos.

A UNICEF instituiu o dia 21 de março como o Dia Mundial da Infância. Hoje, celebramos o direito das crianças de brincar, correr, desenvolver a sua curiosidade, fazer amigos e se divertir. A data volta os nossos olhos também à importância de nós, adultos, garantirmos  a formação social, educacional e de valores dos nossos pequenos.

A Editora Moderna trabalha para ajudar os pais e professores a orientar e guiar as crianças com boas práticas, educação com igualdade, respeito ao próximo e ao meio-ambiente, entre outras tantas virtudes. A evolução da humanidade se constrói de geração a geração com ensinamentos e mudanças, não é mesmo? As crianças representam a mudança e a esperança de um mundo melhor! Mas a orientação é nossa.

Viva a infância! Viva as crianças!

Luiz Marcio Imenes em encontro no Colégio Santo Ivo

Homenagem a Luiz Márcio Imenes

Por | Dicas, Eventos | Um comentário

Boa tarde, pessoal!!!

Hoje vamos falar sobre a homenagem especial que Professor Ms. Luiz Márcio Imenes recebeu do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro, no último dia 10 de março. Na ocasião, a escola preparou uma camiseta com imagens das capas dos livros escritos e adotados pelo colégio que são de autoria de Imenes.

 

Dose dupla

Na última semana, o Prof. Elifaz Garcia, do Colégio Santo Ivo, em São Paulo, nos enviou uma foto com o Luiz Marcio Imenes, nos agradecendo pela oportunidade de conhecer o autor dos livros didáticos utilizados na escola. Em seu blog, o Prof. Elifaz Garcia, falou sobre a emoção de conhecer o autor e compartilhar ideias com ele.

Confira um trecho (a versão na íntegra, você pode ver aqui):

Tive a oportunidade ímpar de estar com o Prof. Imenes. Não é sempre que temos a rica oportunidade de estar com o autor do livro com o qual trabalhamos. Conversamos sobre o livro, sobre como trabalhar melhor e como desenvolver o “pensar matemático” com os alunos.

Gostaria de agradecer à Editora Moderna, à minha coordenadora Miriã e à direção do Colégio Santo Ivo que me honraram com este presente. E claro ao Prof. Imenes que me concedeu uma tarde que fez valer a pena ser professor de matemática.

Luiz Marcio Imenes em encontro no Colégio Santo Ivo

A Editora Moderna agradece a participação do Professor Ms. Luiz Márcio Imenes em nossos encontros com escolas e instituições adotantes de nossas coleções.

Você merece todo o carinho que tem recebido.

Valeu, Imenes!

Saiba mais

Luiz Márcio Imenes é formado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e Mestre em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Além disso, é autor de obras didáticas e paradidáticas de Matemática pela Editora Moderna e palestrante de cursos para professores do Ensino Fundamental e Médio na disciplina.

Confira uma de suas palestras:

 

Dia Nacional da Poesia: Castro Alves

Por | Aulas/Explicações, Dicas, Moderna Plus | Sem comentários

Bom dia, amigos modernos.

A poesia é a forma de expressão humana mais próxima da música. Envolve a arte da linguagem humana e o fazer poético está diretamente ligado aos sentimentos, ao ritmo e as palavras cantadas em uma mesma melodia. Como dizia Voltaire, “A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais.”

Por conta de toda a sua importância para a literatura, o dia 21 de março é conhecido como o Dia Mundial da Poesia. Mas, bons brasileiros que somos, por aqui, quebramos paradigmas. Em terras brasileiras, o Dia Nacional da Poesia é celebrado no dia 14 de março, como foi criado como uma homenagem ao dia de nascimento de um grande poeta brasileiro: Castro Alves. Assim, além de relembrar os nossos poetas favoritos e reler poesias que marcaram nossa vida, que tal prestigiarmos e conhecermos um pouco mais sobre a vida e a obra desse grande mestre da nossa literatura?

Castro Alves: o poeta dos escravos

Antônio Frederico de Castro Alves veio ao mundo em 14 de março de 1847, na fazenda Cabeceiras, no interior da Bahia. Começou a escrever seus primeiros versos durante sua adolescência e passou a ter notoriedade ao ingressar na Faculdade de Direito onde chamou a atenção por sua grande capacidade poética.

Como sempre comentamos por aqui, a literatura de um país caminha lado a lado ao momento político e histórico de sua sociedade. No caso de Castro Alves, isso não poderia ser diferente. Os grandes centros urbanos do Brasil voltavam seus olhos à cultura urbana e houve uma invasão de temas e debates a respeito de ideias democráticos, como a abolição da cultura escravocrata e a dura vida dos negros.

A obra de Castro Alves, acima de tudo, teve grande influência política e abolicionista. Dessa forma, ele se distancia dos autores da primeira e segunda geração do Romantismo e inaugura a poesia como denúncia e crítica social. Assim, surgiram grandes obras como Espumas Flutuantes (1870), A cachoeira de Paulo Afonso (1876), Os Escravos (1883), sendo as duas últimas publicadas postumamente.

Em seus poemas, Castro Alves achou espaço para divulgar os maus tratos enfrentados pelos negros e expressar o seu posicionamento contrário à escravidão. Um de suas obras mais marcantes é Tragédia no lar, em que convida os leitores a visitarem uma senzala e ver como a situação dos negros deveria envergonhar a sociedade aristocrata, preocupada em se manter elegante em bailes e festas.

A obra mais marcante sobre o tema, sem dúvida, é Navio Negreiro, em que o poeta narra a trajetória dos negros trazidos da África nos navios negreiros. O longo poema é uma provocação ao conformismo das altas classes sociais e traz a controvérsia entre as belezas brasileiras e a vergonha de emprestar sua bandeira para cobrir os corpos torturados dos escravos. Por conta de toda a sua contribuição e luta abolicionista, Castro Alves recebeu a alcunha de “Poeta dos Escravos”.

A poesia lírica de Castro Alves

Castro Alves era um homem bonito para os padrões de sua época. Esbelto, de pele clara e com uma voz forte e marcante, Castro Alves chamava a atenção de mulheres e despertava paixões por onde passava. Essas pequenas relações também foram temas de seus belos poemas líricos.

Todavia, diferente de seus contemporâneos, como Álvares de Azevedo e Casimiro de Abreu, Castro Alves trata o amor de maneira erótica. As mulheres de sua poesia são independentes e fortes o suficiente para deixar um amor e seguir em frente.

Castro Alves e a transição literária

Em suma, a obra de Castro Alves representou uma transição importante na literatura brasileira. As temáticas de seus poemas e a construção do eu lírico demonstram a mudança de tom do movimento que trocava estereótipos por questionamentos sociais.

Infelizmente, a obra de Castro Alves foi interrompida em 06 de julho de 1871, aos 24 anos, por conta de graves problemas de saúde.

Saiba mais

Para quem tiver interesse em saber mais sobre a vida de Castro Alves, a nossa indicação é o programa especial “De Lá Pra Cá”, que conta um pouco mais sobre a breve trajetória do poeta dos escravos.

Os adotantes da coleção Moderna Plus de Literatura contam com um vídeo complementar explicativo sobre a terceira geração do Romantismo. O material ajuda os alunos a traçarem as características do período e fixarem os seus principais ícones.  

Planejar 2012 – Maringá/PR

Por | Eventos, Planejar 2012 | Sem comentários

A cidade de Maringá recebeu o Planejar 2012 no último dia 08 de março. Os professores adotantes de livros didáticos da Editora Moderna foram convidados pela nossa equipe pedagógica a participarem do encontro e compartilharem experiências para o planejamento letivo. Ao todo, 83 educadores estiveram presentes e contribuíram no levantamento das necessidades dos alunos de hoje, destacando a importância dos conteúdos midiáticos dentro da sala de aula.

A equipe da editora também apresentou a Revista Educatrix e os Serviços Educacionais agregados à adoção de nossas coleções.

A Editora Moderna agradece a presença de todos os educadores presentes e a preciosa contribuição de todos para a solidificação de técnicas assertivas dentro de sala de aula.

Parabéns, Pedro Bandeira!

Por | Dicas | Sem comentários

Bom dia, amigos modernos!

Hoje é um dia muito especial para toda a equipe da Editora Moderna. Um de nossos autores mais queridos completa 70 anos nesta sexta-feira.

Pedro Bandeira nasceu em 09 de março de 1942 na cidade de Santos, litoral paulista. Um dos mais consagrados autores da literatura infanto-juvenil, Pedro Bandeira revolucionou a forma de se fazer livros para crianças e adolescentes.

A Editora Moderna se orgulha de ter esse profissional e pessoa maravilhosos no hall de seus autores exclusivos e deseja tudo que há de melhor ao autor:  muita saúde, amor, paz, felicidades e sucesso. Que os 70 anos de idade se multipliquem por mais 70.

Pedro,

Muito obrigada pelo carinho e dedicação com que você sempre escreve.
Obrigada por cada linha escrita e por cada pedaço de vida que você coloca em suas histórias. Através delas, nós conseguimos ajudar nossas crianças a desenvolver o lado mais belo da vida: a imaginação.

Abraços de toda a equipe da Editora Moderna.

Saiba mais sobre Pedro Bandeira

De Santos para o mundo
Formado em Ciências Sociais na USP, Bandeira é também um grande amante da literatura e do teatro, o que o permitiu encarar aventuras como professor, ator, diretor, cenógrafo, redator e editor. As histórias para crianças começaram a fervilhar na cabeça de Pedro Bandeira no início da década de 1970 e eram publicadas em revistas da época. Apenas em 1983, ele publicaria seu primeiro livro infantil: “O Dinossauro que Fazia Au-Au”, já pela Editora Moderna.

Em 2009, Pedro Bandeira fechou um contrato de exclusividade conosco. Ao todo, 80 livros foram editados com novo projeto gráfico, novas ilustrações e divisão em coleções separadas por faixas etárias e gênero literário. Todo o material está disponível no nosso catálogo online e para quem quiser saber mais sobre esse mestre da Literatura, pode acessar a Biblioteca Pedro Bandeira:

 

Planejar 2012 – Curitiba / PR

Por | Eventos, Planejar 2012 | Sem comentários

A equipe pedagógica da Editora Moderna no Paraná realizou o Planejar 2012 em Curitiba, no último dia 29 de fevereiro, no Hotel Lizon. Na ocasião, os 81 professores adotantes dos nossos livros didáticos na região puderam refletir juntos sobre o perfil das crianças e jovens contemporâneos para traçar o planejamento letivo de acordo com as características e habilidades de cada turma. Além disso, os docentes conferiram os recursos didáticos presentes nas nossas coleções e a aplicação dos conteúdos multimídia na sala de aula.

O evento foi enriquecido pela participação dos presentes que contribuíram com experiências e sugestões para a inovação da prática docente em 2012. A equipe da editora também apresentou a Revista Educatrix e os Serviços Educacionais agregados à adoção de nossas coleções.

A Editora Moderna agradece a presença de todos os educadores presentes e a preciosa contribuição de todos para a solidificação de técnicas assertivas dentro de sala de aula. Confira as imagens!