Saiu do forno! Leia a edição especial da Revista Educatrix VOZES DE VALOR

Por | Sem Categoria | Um comentário

Bom dia, amigos.

Screen Shot 2014-03-07 at 12.47.20 PMA educação brasileira está em processo de transformação. Pela primeira vez, o Ministério da Educação e da Cultura (MEC) organizou uma edição do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) exclusivo para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para celebrar esse grande passo, a Editora Moderna e a revista Educatrix prepararam uma edição especial para os profissionais da EJA.

A Educatrix especial Vozes de Valor traz uma série de reportagens sobre os desafios diários dos docentes. Nesta edição, contamos com matérias recheadas de dicas para o planejamento letivo e com uma análise da evolução da EJA e as perspectivas para o futuro.

A matéria de capa, 50 anos de Angicos: um sonho a ser retomado, traz a experiência de Moacir Gadotti sobre o trabalho realizado por Paulo Freire na cidade de Angicos (RN) e faz um convite a um novo pacto social para a formação cidadã de adultos. André Lázaro fala sobre as políticas educacionais da EJA e importância do trabalho para a formação social dos brasileiros na seção CONEXÃO.

Já o texto EJA, espaço para aprender, fazer e ser…, da seção FOCO, conta estratégias e práticas bem-sucedidas na sala de aula, além de destacar os desafios dos alunos que querem retomar os estudos já na idade adulta.

Não fique de fora dessa!

 

Baixe já a sua Educatrix Vozes de Valor

Professor de EJA, solicite a senha de acesso pelo telefone 0800 770 7653, acesse o portal Vozes de Valor e baixe gratuitamente a sua edição especial da Revista Educatrix:

post-vozes-da-revista

Concurso Cultural “Minha história na revista”

Por | Dicas | 70 Comentários

Boa tarde, amigos modernos.

A Editora Moderna traz uma grande oportunidade aos professores que se dedicam à formação dos jovens do Ensino Médio.

O concurso cultural “MINHA HISTÓRIA NA REVISTA” quer ouvir a sua experiência!

Todo professor, ao longo de sua trajetória, desenvolve sua própria prática educacional, cria estratégias de relacionamento com seus alunos e possui histórias marcantes em sala de aula.

A história mais inspiradora receberá um tablet e será apresentada em um anúncio na revista Nova Escola.

Para participar é fácil.

Deixe um comentário único neste post até o dia 30 de abril de 2014.

O resultado será divulgado no dia 15 de maio de 2014 nas nossas redes sociais.

Você poderá ser reconhecido em todo o país!

 

Confira o regulamento completo aqui.

 

Editora Moderna lidera participação de ferramentas digitais nas escolas públicas

Por | Sem Categoria | Sem comentários

O processo de inserção digital está adentrando as escolas públicas de todo o Brasil. De acordo com dados divulgados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educaçao (FNDE), o Ministério da Educação investiu R$ 67 milhões em ferramentas digitais complementares aos livros impressos escolhidos durante o último Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), realizado em 2014. A quantia corresponde a 6% do total de R$1,1 bilhão investido na compra dos materiais dos anos finais do Ensino Fundamental. Para o PNLD 2015, referente ao Ensino Médio, o edital de compra já prevê a compra de livros digitais e conteúdos multimídia como vídeos, animações, mapas interativos entre outros.

vendasEscolas

A Editora Moderna lidera a participação nas ferramentas digitais fornecidas para a escola pública com R$ 16,8 milhões. O número vai de encontro aos investimentos da empresa em recursos complementares, à preocupação de adaptar seus conteúdos aos perfis dos alunos de hoje e à garantia de formar cidadãos comprometidos com o mundo digital.

Fonte: Coluna do Ming

Ciclo de eventos Planejar 2014 – São Paulo

Por | Planejar 2014 | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos.

A equipe pedagógica da Editora Moderna em São Paulo realizou uma série de eventos no litoral paulista. As palestras aconteceram em escolas adotantes de nossas coleções didáticas e tiveram como principal objetivo nortear o trabalho de planejamento do ano letivo, dando aos professores ideias e sugestões para trabalharem os recursos inclusos nas obras. Os encontros tiveram como tema central o “Aprendizagem Colaborativa: a relação professor-aluno na nova dinâmica do ensino e do aprendizado” e reuniram vários professores da rede particular e de grandes colégios da região litorânea.

Agradecimentos especiais a todos os docentes e coordenadores do Colégio Passionista Santa Maria (Praia Grande), Colégio Rita de Cássia (Santos), Colégio Ômega (Guarujá), Colégio Santa Maria (Santos), Colégio Ônis (Santos) e Colégio Paradigma (São Paulo). A contribuição de todos os profissionais foi fundamental para a fomentação do debate e enriquecimento do encontro.

Inscreva-se no Planejar 2014

Por | Sem Categoria | Sem comentários

Bom dia, amigos modernos.

Um bom ano letivo começo em um bom planejamento de aulas. Montar as aulas, traçar objetivos, rever práticas e estabelecer ferramentas de apoio são práticas fundamentais para os professores durante o início do ano. Para ajudar nessa importante tarefa, a Editora Moderna traz aos professores adotantes de suas obras o ciclo de eventos Planejar 2014, cujo tema central será Aprendizagem Colaborativa: a relação do professor-aluno na nova dinâmica do ensino e do aprendizado .

Nesses encontros, a equipe de consultores pedagógicos da Editora Moderna colabora com os docentes, tirando dúvidas sobre o material e ajudando-os a entender melhor os elementos e atividades dos livros. São dicas, ferramentas e métodos que valorizam o livro didático e dão asas ao aprendizado eficiente com grandes resultados.

Participe!

Juntos, nós construímos uma educação de valor que faz a diferença em todo o Brasil.

 

Calendário de eventos

Para se inscrever nos encontros, acesse o nosso site de eventos clicando aqui.

Qualquer dúvida, entre em contato com o representante da Editora Moderna na sua escola e verifique a previsão de eventos no seu estado.

 

Qual é a hora certa de apresentar as crianças à tecnologia?

Por | Sem Categoria | Sem comentários

Bom dia, pessoal!

Todo o início de ano é a mesma coisa. Escolha da escola para os filhos e compra de materiais didáticos. Mas muitas instituições de ensino têm surpreendido e optado pelo uso de tablets e outros recursos digitais na sala de aula. A verdade é que os aparelhos eletrônicos já não são mais “ferramentas do papai ou da mamãe”. Smartphones, tablets e gadgets em geral despertam o interesse das crianças e fazem parte da lista de desejos dos pequenos. A chamada geração Z realmente parece ter nascido com um “chip” a mais e já habituada ao universo da tecnologia. Esse mundo digital, sem dúvida, precisa adentrar as paredes da escola.

A supervisão dos pais é fundamental para a formação de pessoas tecnologicamente conscientes

Mas, afinal de contas, existe uma idade certa para apresentar as crianças à tecnologia?

Segundo psicólogos e pesquisadores, não existe idade pré-determinada. Muitas crianças seguem os hábitos dos pais, outras são estimuladas pela escola e pelos amigos. Mas, de fato, quanto mais conectado for seu universo, mais cedo o pequeno apresentará interesse pela tecnologia.

A popularização das telas touchscreen, que permitem a navegação sem digitação, foi fundamental para que mesmo as crianças ainda não alfabetizadas passassem a compreender intuitivamente as funções dos aparelhos. Assim, elas conseguem abrir aplicativos, jogar, desbloquear e navegar pelo celular e outras funções dos gadgets sem dificuldades. Essa habilidade não deve ser proibida ou reprimida. Ao contrário, pais, professores e escola precisam estimular os alunos a conviver no mundo digital.

A atenção deve estar no acompanhamento e na criação de uma rotina que a tecnologia faça parte, mas não seja a base do dia a dia. A criança precisa entender a importância de fazer a liçao de casa, brincar com a bola, com a boneca, andar de bicicleta, passar um tempo com os pais e com os amigos e realizar outras tarefas que os pais julguem importantes. Sem esse controle, os pequenos podem apresentar uma série de comportamentos difíceis de serem revertidos mais tarde.

Existem diversos aplicativos educativos que ajudam no desenvolvimento da coordenação motora, na capacidade de entender formas, cores, animais e uma série de funcionalidades que complementam o trabalho da escola. A tecnologia é mais um aliado na construção de um futuro melhor.

Evento Moderna – Escola Cristo Rei – Marau (RS)

Por | Sem Categoria | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos.

A assessoria pedagógica da Editora Moderna no Rio Grande do Sul preparou um encontro especial com os professores da Escola Cristo Rei, em Marau. O evento aconteceu no dia 09 de novembro e contou com Isabel Shmitz, que realizou a palestra: A postura do educador e seus significados para os educandos.”

Todos os participantes puderam contribuir com vivências da sala de aula e houve grande participação na dinâmica proposta. Toda a equipe da Editora Moderna agradece aos presentes e enaltece a importância desses encontros para a construçao de uma educacão de valor em todo o Brasil.

Os desafios de planejamento para a Educação Infantil

Por | Sem Categoria | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos.

A Educação Infantil pede uma série de cuidados e planejamentos específicos. Idealizar os espaços e os ambientes onde as crianças passarão grande parte do seu dia permite ao professor ampliar o desenvolvimento e transformar a percepção da sala de aula. Nessa fase, os pequenos terão seus primeiros contatos com o mundo fora de casa: histórias, amigos, professores e brincadeiras. É papel do professor garantir que todas as atividades sejam realizadas em tempos e espaços que favoreçam o crescimento humano e intelectual dos alunos.

Planejar é preciso. Sempre. A distribuição das tarefas dentro da jornada diária da criança na escola deve levar em conta o tempo de brincar, o tempo de se alimentar, o tempo de explorar, de dormir, de falar e de ouvir histórias. E, se possível, por que não preparar o local para cada uma dessas atividades? Amplie o espaço da sala de aula!

Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil

O Ministério da Educação determina uma série de recomendações para a elaboração dos currículos escolares. No caso da Educação Infantil, o projeto pedagógico deve estruturar tempos e espaços com foco nas atividades educativas e visando sempre seguir os seguintes princípios centrais:


A sala de aula deve ser um agente da aprendizagem e promotora da diversidade de experiências das crianças com diversas áreas: teatro, música, circo, pintura e desenho. Acima de tudo, a escola é um ambiente social e as atividades devem sim colaborar com a interação entre os alunos. O currículo, organizado pelos professores, deve ter rotinas diárias em diferentes lugare da escola como o pátio, refeitório, banheiro, sala de aula, atividades ao ar livre etc.

E nunca se esqueça: brincar é o principal modo de expressão dos pequeninos. Então, faça das brincadeiras educativas a base do seu planejamento pedagógico.

Saiba mais

A reportagem Lugar certo, na hora certa, da revista Educatrix, traz uma série de dicas legais para organizar a sua sala de aula e fazer o planejamento letivo que potencialize a sua turma. Confira na íntegra:

 

Projeto Desafio

A Editora Moderna está lançando a coleção Projeto Desafio para auxiliar os professores da Educação Infantil a organizarem as aulas.

Conheça mais sobre a coleção no portal Vitrine Moderna: