#CraquesdaEducação – Anísio Teixeira

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 12 de julho de 1900 
Local de nascimento: Caetité – Brasil
Posição: Atacante
Habilidade e técnica: Bom drible e criatividade nas jogadas
Principais Obra: “Educação Não É Privilégio” e “Em marcha para a democracia: à margem dos Estados Unidos”

Principais ideias:

  • A educação  está em mudança permanente e em permanente reconstrução
  • Educação igualitária e gratuita para todos as classes sociais e em todos os níveis de ensino
  • A escola tinha como obrigação preparar para um futuro incerto em vez de transmitir um passado claro
  • O aprendizado é feito pela assimilação entre aquilo que já conhecemos com aquilo que nos relacionamos

O que pensou:

O baiano Anísio Teixeira é uma das grandes referências da educação brasileira. Em suas teorias, estabeleceu a educação como principal caminho para o fim das diferenças sociais existentes na sociedade brasileira. Dessa forma, o direito à educação deveria ser estendido a toda a população igualmente com escolas gratuitas para todos os níveis de ensino.

Anísio Teixeira também trabalhou em cargos públicos e foi um gande defensor da formação continuada de professores, estabelecendo o magistério como espaço de experimentação. . Criou a Escola Parque, em Salvador, que se tornou pioneira em educação integral.

#CraquesdaEducação – Howard Gardner

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 11 de julho de 1943
Local de nascimento: Scranton – Estados Unidos
Posição: Atacante
Habilidade e técnica: Criatividade, inteligência múlitpla e técnica apurada
Principais Obras: “Inteligência – Um Conceito Reformulado”e “O Verdadeiro, o Belo e o Bom”

Principais ideias:

  • Não se mede a inteligência por testes
  • O desenvolvimento cognitivo está atrelado à capacidade de entender e expressar o mesmo significado em diversos sistemas simbólicos inseridos em um contexto cultural.
  • As crianças não podem ser comparadas segundo um mesmo critério de aprendizagem. Existem diversas respostas para uma mesma pregunta.
  • Cada inteligência é desenvolvida por fatores genéticos e neurobiológicos quanto por condições ambientais.

O que pensou:

Especialista em psicologia e neurologia, o norte-americano Howard Gardner causou forte impacto na área educacional com a Teoria das Inteligências Múltiplas. Gardner afirma que a inteligência é a habilidade que desenvolvemos para resolver problemas ou criar soluções significativas em qualquer ambiente, em qualquer cultura, a partir de nossas próprias experiências.

Para o cientista norte-americano, é um erro comparar as crianças segundo o mesmo critério pedagógico. Cada indivíduo possui forças e fraquezas diferentes e é capaz de questionar e responder usando suas referências em todos os campos da inteligência. Dessa forma, as crianças podem dar respostas diferentes a um mesmo estímulo sem que estejam erradas

Projeto Present: Autores realizam encontro com professores em Recife

Por | Eventos | Sem comentários

Boa tarde, amigos modernos.
A Editora Moderna realizou um encontro especial entre professores de escolas particulares de Pernambuco e os autores do Projeto Presente, em Recife. Educadores de instituições de ensino da capital e do interior do estado participaram do evento e trocaram experiências de vivência na sala de aula.

Durante o encontro, os educadores acompanharam as palestras de Neuza Guelli, autora de Geografia, e de Luiz Márcio Imenes, autor dos livros de Matemática do Projeto Presente. A primeira apresentação teve como tema central “Resolver problema é um problema. Será? – Compromisso de todas as áreas de conhecimento”. Durante sua fala, Neuza abordou a inclusão da resolução de problemas nos currículos escolares e a importância deste tema para todas as áreas do conhecimento, para todas as séries e, especialmente, nos primeiros anos do Ensino Fundamental.

A palestra de Luiz Marcio Imenes foi centralizada no tema “Jogos na aula de Matemática” e deu ênfase às atividades lúdicas para o aprendizado da disciplina. O autor falou sobre os processos para a aplicação dos jogos nas aulas e o papel do professor na orientação desses momentos com os pequenos do Ensino Fundamental.

Agradecimentos especiais aos representantes das escolas Viver Colégio e Curso (Jaboatão dos Guararapes), Educandário São José (Recife), Colégio Dourado (Recife), Colégio Dimensão (Olinda), Colégio Yapoatam (Jaboatão dos Guararapes) e Colégio Santa Emília que compareceram ao encontro.

Clique na imagem e confira todas as fotos do encontro:

Pesente_Pernambuco

#CraquesdaEducação – Jean Piaget

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 9 de agosto de 1896
Local de nascimento: Neuchâtel – Suíça
Posição: Zagueiro (Capitão)
Habilidade e técnica: Liderança, disciplina e bom lançamento
Principais Obras: “Linguagem e pensamento na criança”e “Formação do símbolo na criança”

Principais ideias:

  • A criança aprende através do seu desenvolvimento natural
  • Professor é orientador para a aprendizagem autônoma
  • O conhecimento se constroi através de descobertas realizadas pela própria criança
  • O aprendizado acontece pela interação de estruturas internas com contextos externos

O que pensou:

Jean Piaget é uma das maiores referências da história da educação. Suas pesquisas em psicologia evolutiva contribuíram para a criação de uma visão moderna do espaço escolar. Nunca foi pedagogo, mas sim um entusiasta e estudioso do comportamento infantil, sendo seu trabalho baseado na observação do desenvolvimento das crianças.

O conceito de epistemologia genética, que centraliza o conhecimento no desenvolvimento natural da criança, propõe a implantação de espaços de aprendizagem inovadores onde professores sejam orientadores de uma aprendizagem autônoma.

#CraquesdaEducação – Maria Montessori

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 31 de agosto de 1870
Local de nascimento: Chiaravalle – Itália
Posição: Meio-campo
Habilidade e técnica: Domínio técnico e comprometimento
Principal Obra: “O Método Montessori”

Principais ideias:

  • A criança é o progenitor do homem
  • A escola deve permitir o livre desenvolvimento das crianças: educação pelos sentidos e educação pelo movimento
  • O professor é fonte do conhecimento
  • Aluno autônomo
  • A escola deve educar para a vida

O que pensou:

Maria Montessori foi a primeira mulher a se formar em Medicina na Itália. Dedicou sua vida ao trabalho com Psiquiatria infantil e passou a teorizar sobre a relação das crianças com a educação. Desta forma, propôs uma reforma educacional através da liberdade e do estímulo ao desenvolvimento físico e mental das crianças.

Acreditava que as crianças possuíam personalidades próprias marcantes e a escola deveria incentivar a autonomia do aluno e a autoeducação com interferência mínima dos professores. A aprendizagem deveria ser realizada através de jogos e tarefas propostas pelos adultos. Neste sentido, o espaço escolar e o material didático são elementos que baseiam e organizam as atividades, mas não devem direcionar o pensamento.

#CraquesdaEducação – César Coll

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 21 de abril de 1782
Local de nascimento: Benicarló – Espanha
Posição: Meio-campo
Habilidade e técnica: Disciplina tática e visão de jogo
Principais Obra: “O construtivismo na sala de aula”

Principais ideias:

  • Construção da aprendizagem a partir de conhecimentos
  • Inserir atividades significativas na aula
  • Possibilitar a participação de todos os alunos nas diferentes atividades, mesmo que os níveis de competência, conhecimento e interesses forem diferenciados
  • Promover a utilização e o aprofundamento autônomo dos conhecimentos que os alunos estão aprendendo
  • Trabalhar com as relações afetivas e emocionais na sala de aula

O que pensou:

César Coll Salvador é referência na reforma educacional na Espanha e um dos consultores do MEC na elaboração dos Parâmetros Curriculares Nacional. Discípulo de Piaget, César Coll baseou seu pensamento na concepção construtivista de ensino-aprendizagem, afirmando que o currículo escolar precisa levar em conta temas transversais como saúde, sexualidade e meio-ambiente em todas as disciplinas da educação básica.

Coll afirma que o importante é aquilo que o aluno aprende, não o que o professor ensina. Assim, o docente tem que considerar em suas propostas didáticas o conhecimento prévio de seus alunos e a interação da escola com a comunidade.

#CraquesdaEducação – Paulo Freire

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 19 de setembro de 1921
Local de nascimento: Recife – Brasil
Posição: Goleiro
Habilidade e técnica: Envergadura  e visão global de ideias e experiência em grandes defesas
Principais Obra: “Pedagogia do Oprimido”

Principais ideias:

  • A alfabetização deve levar em conta o cotidiano
  • A escola deve ensinar o aluno a “ler o mundo” para que, em seguida, ele possa transformar essa realidade.
  • O ser humano é “histórico e inacabado”, ou seja, sempre está pronto para aprender novas concepções.
  • Formação rigorosa e continuada para os professores

O que pensou:

Paulo Freire propõe uma linha pedagógica de pensamento bastante política. De acordo com o pernambucano, a educação é o caminho para conscientizar o aluno acerca da sociedade em que vive, adquirindo uma visão global do todo. Somente assim, as parcelas mais desfavorecidas da sociedade podem entender a sua situação de oprimidas e tomar decisões em busca de sua libertação.

A educação é baseada no diálogo e nas inquietações. O professor tem o papel de chamar o aluno à argumentação e ao questionamento. Paulo Freire era contra a educação conservadora que propunha o professor como verdade absoluta dentro da sala de aula.

#CraquesdaEducação – Aristóteles

Por | #CraquesdaEducação | Sem comentários

Data de nascimento: 384 a.C
Local de nascimento: Estagira – Macedônia
Posição: Técnico
Habilidade e técnica: Observação e grande poder de retórica
Principais Obras: “Ética e Nicômano”, “Política”, Retórica das Paixões” e “A poética clássica”

Principais ideias:

  • O Estado deve se ocupar da educação de todos os jovens.
  • A capacidade política dos cidadãos é desenvolvida pela educação.
  • A felicidade do Estado está ligada ao saber e à virtude dos cidadãos.
  • Através da experiência, é possível criar argumentos e “verdades absolutas”para a construção de uma linha de pensamento argumentativa e incontestável (silogismo).

O que pensou:

A política e a educação tinham uma relação importante na Grécia Antiga. A felicidade de um indivíduo estava diretamente atrelado à vida na Pólis, existindo, assim, uma dependência entre a natureza política do indivíduo e o Estado. Por este motivo era um dever do governo estabelecer leis e princípios gerais que obrigassem os cidadãos a se manterem ligados a educação.

Aristóteles acreditava que através da educação um indivíduo se tornava capaz de entender sua função política e alcançar a virtude e razão para a conduta exemplar. Sendo as virtudes qualidades da alma adquiridas pelo esforço, pelos hábitos e pela repetição de atos, o que torna a educação tão importante.