Você já pensou em publicar seu artigo sobre EJA?

A revista Educatrix está em busca de produções, estudos e pesquisas realizados por profissionais da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Esta é uma oportunidade para publicar seu artigo acadêmico ou experiência profissional em uma revista especial, de circulação nacional e distribuição gratuita em milhares de instituições educacionais públicas.

O escolhido estará na mesma edição com artigo de capa escrito por Moacir Gadotti, uma das maiores referências na EJA!

Envie seu artigo

Quem pode participar?

Profissionais que estejam em atividade na área de Educação de Jovens e Adultos: educadores em geral e pesquisadores.

Qual o tamanho do artigo?

Os artigos devem ter entre 14 e 20 mil caracteres (com espaço) e devem ser enviados em formato Word. Se o texto for acompanhado de imagens, elas precisarão ter cessão de uso.

Quais são os critérios para seleção?

Abrimos nossas páginas para compartilhar projetos educacionais, casos de gestão, pesquisas e artigos acadêmicos que reflitam sobre o panorama atual, propondo estratégias para modificar o dia a dia da EJA, relatando experiências regionais bem-sucedidas.

Qual o prazo de envio?

Os textos devem ser enviados para a análise da equipe editorial pelo e-mail educatrix@moderna.com.br até 01 de maio de 2015.

Orientações gerais

A equipe editorial selecionará 1(um) artigo dentre os enviados. Por ser uma revista de distribuição gratuita, a participação na revista não será remunerada. O participante receberá 10 edições impressas da publicação e terá seu artigo compartilhado em âmbito nacional.

Venha fazer parte deste movimento pela melhoria da educação no Brasil!

Join the discussion 7 Comments

  • joisi manuela costa melo disse:

    eu enviarei o meu sim..pois trabalho com EJa e ed especial

  • Juliana Shimokomaki Yamamura disse:

    À equipe editorial,

    Por gentileza, gostaria de compartilhar experiências profissionais vivenciadas nesta modalidade de ensino em dois momentos da minha carreira. O primeiro ocorreu no início dos anos 90 e o último e mais desafiador, no ano de 2009. Nos idos de 1993, me deparei com uma proposta de estágio remunerado, era uma parceria entre a prefeitura municipal de Ribeirão Preto e o CIEE (Centro de Integração Empresa Escola). Como aluna do 3°ano do Magistério, na época, achei bem interessante aprender e compartilhar saberes com jovens e adultos que por um ou outro motivo não tiveram acesso à educação formal na idade certa. Otimista, idealista, crente de que somente a educação tem o poder de garantir o saber, a igualdade de oportunidades, a liberdade de ser, de estar no mundo e de poder relacionar-se, decidi fazer parte de uma equipe cujo objetivo inicial era minimizar, erradicar as desigualdades sociais do município. Em agosto daquele ano, iniciamos nosso trabalho. Fizemos mobilizações em bairros e regiões carentes, levantamos o número de pessoas interessadas em participar, com as turmas montadas e muita vontade de trabalhar ingressei no magistério. Anos depois, no mesmo município, Ribeirão Preto, experimentei novamente e com grande prazer a possibilidade de trocar experiências com alunos mais que especiais. Lecionei na única turma de EJA daquela cidade onde as aulas eram ministradas no período da manhã. Tinha 21 alunos matriculados em uma turma heterogênea, alunos com necessidades diversas e especiais (portadores de paralisia cerebral, deficiência auditiva, alunos em liberdade assistida) além dos jovens e adultos que compõe uma sala de EJA. Muitas e variadas experiências pude presenciar e viver. Guardo na lembrança, além do cumprimento do currículo e das avaliações, das dificuldades enfrentadas pelos alunos e por mim, do cansaço e da esperança que brotavam naqueles olhos atentos a satisfação de estarmos na escola, de pertencemos à aquela turma tão diferente, não só pelas urgências necessárias, mas pela vontade de transformar as próprias vidas, a própria história. Assim sendo, gostaria de saber se há algum interesse em conhecer este trabalho. Atualmente, leciono na educação básica do município de São Carlos, não mais na EJA. De qualquer modo, agradeço e aguardo uma resposta para enviar ou não o material contendo minhas experiências e reflexões sobre o tema.

  • Deusanira Raiol Pinheiro disse:

    Sou acadêmica do 4º semestre de Licenciatura de pedagogia e tenho uma pesquisa sobre IDOSO: ASPECTOS LEGAIS, SOCIAIS E POLÍTICOS, que aborda também sobre a educação do idoso. Gostaria de saber se poderia participar com esta temática.

    Atenciosamente
    Deusanira Raiol Pinheiro

  • Katia Dutra disse:

    Deusanira, boa tarde.
    Pode participar com essa temática sim.

    Encaminhe o material para o e-mail educatrix@moderna.com.br

    Qualquer dúvida, fico à disposição

  • Katia Dutra disse:

    Juliana, boa tarde.
    Pode enviar seu material para o email educatrix@moderna.com.br

    Qualquer dúvida, ficamos à disposição

  • NILSON CORREA DAMASCENO disse:

    Olá,
    Por gentileza, gostaria de saber se é permitido participar com mais de um Artigo.

    Grato
    Nilson

  • Arya disse:

    Gostaria de saber se os livros de Educae7ao de jevons e Adultos da colece3o viver ,aprender 1ba e 2ba seguimento tem o livro dos professores o que muitas vezes vem respondido

Leave a Reply