Anita Garibaldi e a Guerra dos Farrapos

Boa tarde a todos.

Hoje, vamos homenagear uma mulher brasileira fundamental para a história do nosso país. Ana Maria de Jesus Ribeiro nasceu em 30 de agosto de 1821 em Laguna, Santa Catarina. Criada em uma família humilde e com boa educação, casou-se jovem, aos 15 anos, com o sapateiro Manuel Duarte Aguiar.

Em 1837, com a Revolução Farroupilha em andamento, Ana Maria conheceu o jovem Giuseppe Garibaldi, um corsário italiano requisitado pelos farrapos para auxiliar na estratégia da revolução, que se tornou um dos líderes do movimento que conquistara Laguna.  Apaixonada por Garibaldi, que a chamava de Anita, ela abandona o marido, aprende a manusear armas de fogo, a lutar com espada e passa a participar dos confrontos da revolução. Tornara-se Anita Garibaldi, um dos símbolos da Guerra dos Farrapos, que marcaria seu nome para sempre na História.

Conheça mais sobre a vida de Anita Garibaldi

Guerra dos Farrapos

Depois que D.Pedro I abdicou o trono e partiu para Portugal, a situação política do Brasil estava indefinida. Como o seu filho, Pedro de Alcântara era muito jovem e não podia governar, o destino do nosso país era incerto. Para piorar, os regentes que assumiram o comando eram questionados o tempo todo pela incoerência e injustiça com que estava atuando. O caos tomou conta de norte a sul e uma série de revoltas regionais explodiu querendo se livrar do domínio do Império Regente. Foi dentro desse contexto que os militares do Rio Grande do Sul iniciaram a Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos, em setembro de 1835.

A principal reivindicação dos revolucionários era a deposição do presidente da Província e o estabelecimento de política mais justa e menos extorsiva em relação ao charque, principal produto da economia local e alimento de escravos e pobres. Desta forma, latifundiários, comandados por Bento Gonçalves, rebelaram contra o Império Brasileiro, buscando a independência da República Juliana (Catarinense).

A concorrência com fazendeiros do Uruguai e da Argentina, que vendiam o charque a preços e taxas alfandegárias mais baixas, incomodava os revolucionários. Aqui vale lembrar, que os países vizinhos já utilizam mão-de-obra livre, o que diminuía os custos de produção. Foi por causa dos impostos abusivos que a classe dominante do Rio Grande do Sul se aliou aos federalistas (chamados de farroupilhas) na luta pela autonomia provincial.

A Guerra dos Farrapos durou 10 anos, tendo fim em 01 de março de 1845, durante o governo de D.Pedro II. E os rio-grandenses conseguiram o aumento das taxas sobre o charque, medida esta que conteve a concorrência com os países vizinhos.

A Casa das Sete Mulheres

Em 2003, a Rede Globo produziu a minissérie A Casa das Sete Mulheres que contava a história de Anita Garibaldi. Escrita por Walter Negrão e Maria Adelaide Amaral, a produção foi baseada no romance homônimo de Letícia Wierzchowski. O enredo, apesar de fictício, narra com realidade os bastidores da Guerra dos Farrapos e a importância de Anita Garibaldi para a nossa história.

Saiba mais

Netto e o Domador de Cavalos (2008)

Gênero: Drama

Duração: 95 minutos

Direção:  Tabajara Ruas

Sinopse: No início da Guerra dos Farrapos, o General Netto (Werner Schünemann) descobre que um antigo parceiro das guerras do Sul, o Sargento Torres, está preso. Para libertá-lo, busca a ajuda de escravos rebelados, entre eles, o Negrinho, o melhor cavaleiro da fronteira.

2 Comentários

Comentário

Seu e-mail não será publicado