O movimento dos Caras Pintadas

By 16/08/2011 Dicas 15 Comments

Boa tarde, pessoal.

Em 16 de agosto de 1992, milhões de jovens brasileiros tomaram as ruas das capitais com a cara pintada e vestindo roupas negras, como luto contra a corrupção do governo do então presidente do Brasil, Fernando Collor. Aquele domingo, mais tarde, ficaria conhecido como o “domingo negro” e aqueles grupos de jovens que, apesar de distantes clamavam em mesma voz pela justiça e pelo impeachment de Collor, ficaram conhecidos como Caras Pintadas. O movimento estudantil dos Caras Pintadas teve sua primeira reunião em 29 de maio de 1992. E as manifestações públicas aconteceram entre agosto e setembro daquele ano:

Desde a época das Diretas Já (1982-1984), os estudantes brasileiros estavam bem envolvidos com os processos políticos do nosso país. Neste sentido, é possível citar conquistas como o passe livre nos transportes e o direito da meia-entrada em espetáculos culturais. Os processos políticos no nosso país sempre foram temas de debates. Seja pelas ditaduras que passamos ou pelo início de uma democracia bastante questionável. Em relação a estes questionamentos, Fernando Collor talvez seja o maior exemplo de frustração política e distorção de imagem na nossa história.

Fernando Collor de Mello foi eleito em 1989 e tomou posse em 1990. Durante o processo eleitoral, muitas críticas foram feitas por conta da interferência de grandes organizações privadas.  Com o passar do seu mandado, Collor foi bastante questionado por medidas econômicas adotadas como mudança de moeda, criação de impostos (IOF), aumento de tarifas públicas e redução de incentivos. Todas essas medidas ficaram conhecidas como “Plano Collor”.

Um dos eventos considerados o estopim foi  o chamado confisco da poupança, que obrigou todos os cidadãos brasileiros a emprestarem todo o dinheiro que tivessem em suas poupanças que excedesse os Cr$50.000,00. O governo prometia que devolveria o dinheiro emprestado em um prazo mínimo.

A situação ficou fora de controle depois que Pedro Collor de Mello, irmão de Fernando Collor, apresentou diversos documentos que indicavam roubo de dinheiro público, enriquecimento ilícito, tráfico de influência e corrupção. Em entrevista concedida à revista Veja, Pedro Collor citou seu irmão presidente e Paulo César Farias (PC Farias) como cabeças-chave do esquema. O circo estava armado e as entidades civis do país se reuniram para iniciar o “Movimento pela Ética na Política”.

Leia a entrevista concedida por Pedro Collor à Veja na íntegra, aqui.


Veja também a matéria do Jornal Nacional sobre o impeachment e as manifestações populares:

15 Comments

  • Nicole says:

    Muito obrigado pela matéria, achei ela muito esclarecedora.

  • Carlos Hamilton says:

    Prezada Katia:
    Isto é uma grande balela pois a origem dos cara-pintadas foi comigo em 1988 em Brasília na UNB e no Congresso Nacional onde eu perambulei e cantei desta forma junto a caravana da UFRJ/UNE por ocasião da votação contra a privatização do ensino público na Constituinte. Veja meus vídeos no Youtube e procure averiguar a verdade direito … Antes de mim ninguém praticou este ato em forma de protesto dentro do meio estudantil ou na Une/Ubes. Não tenho pretensões políticas nem sou hipócrita … sou artista de talento e não preciso disto!!!! Obrigado!!!!

  • Katia Dutra says:

    Olá Carlos Hamilton,
    Muito obrigada pelo seu comentário.
    Somente para esclarecer, nossa intenção com esse post foi associar o movimento Caras Pintadas como o governo Fernando Collor e o processo de impeachment. Como vc mencionou, o seu trabalho com os estudantes começou em 1988, antes mesmo de Collor assumir o governo. Assim, em momento algum houve desmerecimento qualquer de seu trabalho. Vale lembrar que mesmo durante a ditadura e posteriormente na época das Diretas Já (1984), o corpo estudantil brasileiro travou grandes batalhas e organizou diversos protestos.
    De qualquer maneira, parabéns por sua participação nos processos políticos do nosso País. São atitudes como a sua que ajudam a sociedade brasileira a evoluir.

  • Carlos Hamilton says:

    VLW KÁTIA … MUITO OBRIGADO!!!!!

  • André Silva says:

    Adorei, foi muito boa e entendi perfeitamente o artigo. Finalmente um post decente e legível aos olhos de quem vê. Parabéns.

  • Grasielly says:

    Mto Obrigado aki tem td o que eu precisava ra minha pesquisa

  • monica says:

    EU GOSTEI MUITOOOO ADOREI :) AMEI NASSO LEGAL!!!!!!!!!!!!:)

  • Ravena Mayra says:

    gostei muito do seu artigo, me ajudou bastante, espero que muitas outras pessoas vejam e aprovem assim como eu.

  • Amanda Maria says:

    nossa ficou mt boa ta me ajudando mt no meu trabalho

  • Jean says:

    Uma matéria extremamente importante, Gostei do trabalho :D

  • Adriene Nascimento Dos Santos says:

    amei o conteúdo, facil de entender… Obrigada me ajudou muito!!!

  • Carla says:

    Como será que ee faço pra baixar o vídeo, para fazer um trabalho na escola?

  • admin says:

    Carla, este vídeo est[á no Youtube. Vc precisa de um programa chamado vdowloader (que pode ser baixado gratuitamente no Baixaki) para fazer o download.

    abçs

    Ricardo Couto

  • eduarda says:

    Essa matéria é muito legal

Leave a Reply

Your email address will not be published.